4 dicas para pesquisa de satisfação para designers

21/01/2020 às 12:41 Ajuda

4 dicas para pesquisa de satisfação para designers

Trabalhar como designer freelancer não é fácil. Geralmente, trabalhamos sozinhos e por isso temos que dar conta de tudo! Desde o primeiro contato com o cliente, passando pelo desenvolvimento do projeto até o pós-venda.

E no pós-venda existe uma ferramenta importantíssima para a fidelização e a melhora de desempenho: a pesquisa de satisfação.

O objetivo de todo trabalho deve ser atender as expectativas dos clientes, designers vivem disso. Nós temos que colocar uma ideia que está na mente do cliente e às vezes também no papel no mundo digital.

Isso é uma grande responsabilidade e se queremos crescer no mercado, precisamos saber se estamos atingindo as expectativas.

Por que fazer uma pesquisa de satisfação?

A opinião do cliente é muito importante para garantir novas vendas. O escritor Joe Girard, autor do best-seller “Como vender qualquer coisa a qualquer um” desenvolveu uma teoria chamada de “Lei dos 250”.

Para entender melhor, Girard fez uma pesquisa e descobriu que, em média, uma pessoa convive com outras 250 pessoas ao longo da sua vida.

Para ele, ao deixar de se preocupar com a satisfação do cliente, você perderá a oportunidade de vender para 250 pessoas.

Acho que deu para entender a importância da pesquisa de satisfação, não é mesmo? Ela é essencial para medir o nível de satisfação dos clientes com o seu trabalho e apontar a probabilidade de possíveis indicações.

Como fazer uma pesquisa de satisfação para clientes de design?

A pesquisa de satisfação não deve ser algo tão complexo. Ela deve conter perguntas simples com opções para facilitar a resposta do cliente.

Abaixo vamos dar algumas dicas de como designers podem montar sua pesquisa de satisfação, confira:

Não faça questionários grandes e complexos

É preciso deixar claro que a pesquisa de satisfação não é e nem deve ser parecida com uma prova. Por isso nada de questionários muito longos e nem muitas perguntas com respostas dissertativas.

O ideal é que o questionário seja simples, com poucos perguntas e opções de múltipla escolha.

Se quiser que o cliente dê uma opinião mais aprofundada sobre o seu trabalho, deixe espaço para apenas uma resposta dissertativa, onde ele poderá falar com suas próprias palavras o que achou do seu trabalho.

Faça questionários curtos, contendo de três a cinco perguntas, quatro perguntas de múltipla escolha e uma dissertativa.

De preferência, a pergunta dissertativa deve ser opcional, afinal nem todos os clientes têm tempo ou se sentem à vontade para darem suas opiniões. O questionário deve levar no máximo 1 minuto para ser respondido.

Confira também: Melhor Hospedagem de Site.

Use o sistema NPS (Net Promoter Score) para analisar os resultados de sua pesquisa

A sigla NPS em português significa algo como Pontuação da Rede de Promotores. Esse método criado por Fred Reichheld é usado por muitas empresas no mundo para medirem o nível de satisfação e a porcentagem de clientes satisfeitos.

A melhor pergunta para testar o NPS é a seguinte: Em uma escala de 0 a 10, qual é a probabilidade de você recomendar o meu trabalho para outras pessoas?

Assim, de acordo com a resposta do cliente é possível saber se ele é um promotor ou um detrator da sua marca.

Logicamente, quanto mais promotores você tiver, mais publicidade gratuita e chances de fechar novos trabalhos por indicação você tem.

E claro, ter muitos detratores significa que o seu trabalho não está agradando, o que pode causar o efeito inverso.

O sistema NPS classifica os clientes em três grupos, veja quais são eles abaixo:

  • Promotores – Notas 9 e 10. Estes clientes estão muito satisfeitos com o seu trabalho, e provavelmente, indicarão você para outras pessoas.
  • Neutros – Notas 7 e 8. Já os clientes neutros ficaram satisfeitos com o seu trabalho, mas não encantados com ele. Em outras palavras, o seu trabalho atendeu as expectativas, mas eles não devem indicá-lo.
  • Detratores - Notas de 0 a 6. Esses clientes ficaram insatisfeitos com o seu trabalho, e provavelmente, serão promotores negativos do seu negócio.

Através do sistema NPS, você consegue medir a satisfação dos clientes e tem a chance de melhorar o seu desempenho como um todo. Para ter mais promotores, você precisa entender as notas de clientes neutros e detratores. Assim, você pode encontrar quais são os principais motivos de insatisfação para remodelar todo o seu processo de trabalho.

Otimize seu tempo utilizando ferramentas gratuitas

Assim como as pessoas não tem tempo para responder a longos questionários, designers freelancers não tem tempo de criar questionários e enviar para cada cliente.

Para otimizar esse processo, o ideal é que você crie dois ou três modelos de pesquisa de satisfação por meio de ferramentas gratuitas.

Você pode criar pesquisas de satisfação em poucos minutos utilizando os formulários do Google ou o aplicativo Survey Monkey, por exemplo.

Dessa maneira, você cria modelos prontos, recebe as respostas e analisa posteriormente com mais facilidade.

Além disso, você pode usar os mesmos links para todas as pesquisas, não precisando gerar um novo formulário para cada cliente.

Assim, você economiza tempo e sua pesquisa de satisfação não perde em qualidade.

Acerte na abordagem!

A linguagem utilizada em sua pesquisa de satisfação depende do tipo de cliente que você está atendendo.

Não é legal, você enviar questionários informais e utilizar gírias ao enviar uma pesquisa para uma empresa que você atendeu, por exemplo.

Para acertar na abordagem, você deve estudar bem o seu cliente. Dessa maneira, você encontrará a linguagem e as perguntas certas para sua pesquisa de satisfação.

Também fica mais fácil entender quais canais de comunicação usar para enviar e colher as respostas de sua pesquisa.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site.

Gostou de nosso post? Compartilhe: