4 dicas de segurança para proteger o seu e-commerce

19/08/2019 às 15:58 Loja Virtual

4 dicas de segurança para proteger o seu e-commerce

Quem tem um e-commerce precisa redobrar a atenção com a segurança. É preciso manter os dados dos clientes e da empresa seguros contra a ação de criminosos.

De acordo com estudo do E-commerce Brasil, há uma tentativa de fraude a cada cinco segundos no comércio eletrônico nacional.

É essencial que você conheça e tome medidas que possam proteger sua página e evitar contratempos.

Uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian, mostra que cerca de 20% dos sites não utilizam certificado SSL, por exemplo, um requisito básico para proteção e criptografia dos dados.

Teste 30 dias de Loja Virtual.

Isso mostra como ainda estamos bem longe de estarmos seguros, quando o assunto é transações pela internet.

Pensando nisso, fizemos esse texto para lhe dar várias dicas de segurança que podem aumentar o nível de proteção do seu e-commerce e diminuir a possibilidade de fraudes e invasões ao seu site. Confira as dicas abaixo:

Certificado SSL

O Certificado SSL é uma tecnologia que protege os dados do seu e-commerce através da criptografia.

Basicamente, o SSL funciona da seguinte maneira: ele embaralha os dados do seu site e isso faz com que eles se mantenham longe do acesso de hackers.

Geralmente, quando um site não possui um certificado SSL, os navegadores avisam aos usuários, emitindo uma mensagem enfatizando que o site não é seguro.

Isso acontece porque o navegador não conseguiu confirmar a identidade do site, logo não tem a certeza da segurança da página.

Falando de e-commerce, o certificado SSL é fundamental para garantir a segurança do checkout, momento em que os clientes inserem seus dados bancários para finalizar uma compra.

Contar com essa proteção, garante que os dados estarão seguros e não poderão ser acessados por qualquer pessoa externamente.

E como identificar se um site tem certificado SSL? Basta checar o protocolo. Existem dois tipos: HTTP e HTTPS. Vejas as diferenças entre eles:

  • HTTP: Protocolo padrão para acesso a qualquer site na internet, mas que não garante a segurança das páginas.
  • HTTPS: É uma extensão do HTTP que possui mais camadas de segurança e garante a criptografia de dados.

O certificado SSL utiliza o protocolo HTTPS para introduzir a criptografia de ponta a ponta no seu site, garantindo a segurança dos dados do seu e-commerce e dos dados de seus clientes.

Assim, para identificar se há um certificado SSL ativo, é preciso chegar se a URL possui:  “https://” . Ao lado da URL também aparece um ícone de um cadeado verde, que garante a eficiência do certificado.

Confira também: 5 passos para montar sua Loja Virtual.

Selos de segurança

Os selos de segurança são usados para atestar a segurança de um site.

Isso é muito importante no e-commerce, já que os clientes colocam dados pessoais e bancários no site. Portanto contar com os selos é essencial para ganhar credibilidade.

Um e-commerce vive de sua reputação, e quanto mais selos você agregar ao seu site, mais confiança você irá despertar nos seus clientes.

Os consumidores atuais estão comprando mais pela internet, mas são rigorosos em relação a segurança de seus dados, checando sempre a segurança de cada e-commerce.

Existem três principais selos de segurança, confira quais são eles abaixo:

  • Ebit: Esse sistema permite que os consumidores avaliem a sua loja virtual. O Ebit reúne informações sobre a experiência de compra, pós-venda e satisfação dos clientes com seus produtos. Assim, o serviço classifica os sites em bronze, prata, ouro e diamante, sendo o último selo, a classificação mais alta.
  • Site Blindado: Esse serviço possui vários tipos de planos pagos. Ao ser instalado no site, o Site Blindado consegue identificar possíveis brechas do sistema e proteger os seus dados.
  • Black Friday Legal: novembro está se aproximando, então já passou da hora de garantir o selo Black Friday Legal para seu e-commerce. O certificado é concedido pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico e atesta que o seu site segue as boas práticas de e-commerce e segue o Código de Ética.

Ferramentas antifraude

Existem muitas ferramentas antifraude que consegue comprovar a legitimidade de informações através do cruzamento de dados.

Segundo o E-commerce Brasil, em 2017, quase 3% dos pedidos feitos no e-commerce brasileiro foram feitos por meio de cartões clonados.

Empresas como a FControl, a Clear Sale e a Adyen possuem excelentes ferramentas antifraude. Essas soluções conseguem validar os dados cadastrais do cliente, através de tecnologias e informações como a geolocalização e o código de segurança do cartão.

Dessa maneira, o sistema consegue comprovar a compatibilidade dos dados e aprovar as transações no seu e-commerce com total segurança.

E claro, caso haja alguma suspeita de fraude, a transação é reprovada automaticamente e as comprovações podem ser feitas por meio de ligações telefônicas.

Faça backups frequentes

O backup é uma cópia de segurança dos dados da sua loja. Isso é importantíssimo no e-commerce.

Dessa maneira, caso o seu site sofra algum tipo de ataque ou saia do ar por qualquer motivo, você garante que seus dados estão a salvo e que você não terá nenhum prejuízo para recolocar o seu site no ar.

Com o backup frequente dos dados do seu e-commerce, você garante que nenhuma informação se perca.

Existem muitas ferramentas que realizam o backup automático dos dados, através de uma simples configuração. O ideal é que, dependendo do tráfego do seu e-commerce, você programe backups semanais ou quinzenais.

Anotou tudinho? Essas dicas são importantíssimas para garantir a segurança do seu e-commerce e construir uma boa reputação no mercado.

Garanta a credibilidade do seu negócio na internet hoje!

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Loja Virtual.

Gostou de nosso post? Compartilhe: