3 dicas para descrições matadoras de produtos para turbinar as vendas no e-commerce

11/05/2019 às 21:05 Loja Virtual

3 dicas para descrições matadoras de produtos para turbinar as vendas no e-commerce

Um dos fatores decisivos para o cliente tomar uma decisão pela compra de um produto é a descrição. Com consumidores mais exigentes e antenados, é preciso aprender a criar descrições matadoras para garantir mais vendas. Neste artigo, você verá algumas dicas para melhorar suas descrições e ter melhores resultados.

Com a internet, o consumidor busca todas as informações possíveis sobre o produto e sobre a empresa antes de fechar uma compra. Por isso, uma boa descrição pode garantir mais vendas, sendo objetivo, curta e dispondo de todas as informações necessárias para a compra.

É lógico que existem produtos que vão ter uma boa média de vendas apenas foto, título e preço, mas ter boas descrições para seus produtos no e-commerce é algo muito indicado no mercado atual, principalmente, para quem almeja aumentar as vendas.

Se parece que ter a descrição em seus produtos não faz diferença, você está errado. Pesquisas apontam que pelo menos 20% das pessoas que desistem de comprar um produto, o fazem porque não conseguem tirar todas as dúvidas.

Uma boa descrição consegue potencializar as chances de venda, sendo o “empurrão” que faltava para o cliente fechar uma compra.

Nesse pequeno texto, é possível inserir mais informações sobre seus produtos, eliminando as dúvidas e influenciando decisivamente na compra.

Teste 30 dias de Loja Virtual.

O que uma descrição precisa ter para ser uma potencializadora de vendas?

As descrições são caracterizadas por serem trechos muito longos e que explicam muito pouco ou exageram ao falar sobre o produto.

Já as descrições matadoras são baseadas em três pontos:

  • Contém todas as informações relevantes sobre o produto;
  • Agregam valor ao produto;
  • Explicam de maneira objetiva, quais são as utilidades do produto.

E como posso diferenciar uma descrição boa e uma descrição ruim? Preciso esperar pela resposta dos clientes? Não, não precisa.

É bem simples! Se você leu uma descrição e não ficou com nenhuma dúvida sobre o produto, ela é uma boa descrição, ela cumpriu seu papel de ser um “adendo” para a venda. Se você ainda tem dúvidas, refaça a descrição.

Agora, vamos as dicas para exemplificar melhor como escrever boas descrições dentro que falamos acima, confira abaixo:

Escreva a descrição pensando na sua persona

Como falamos acima, uma boa descrição tira todas as dúvidas, já uma descrição ruim faz o contrário. E claro, com todas as dúvidas sanadas se o lead realmente tiver interesse no seu produto, ele acabará comprando.

Bom, apesar de não ter que esperar pela opinião de clientes (apesar de ser bom e poder ser feito também), é preciso que você pense como eles para criar descrições.

Por quê?  Porque eles que compram seus produtos. Então, para que eles consigam entender o que você diz na descrição, será preciso usar a linguagem deles.

Como assim? Existem vários tipos de público. E você precisa descobrir o seu para montar sua persona. A persona é uma representação com características próprias de seus clientes.

Pensando nisso, é preciso encontrar a linguagem, o momento, o tamanho certo para garantir que a descrição é boa, tira dúvidas e traz todas as informações relevantes sobre o produto.

Sabendo destes detalhes, será possível adotar uma escrita mais assertiva na descrição e atingir em cheio a sua persona, aumentando as chances de crescer as vendas dos seus produtos no e-commerce.

Confira também: 5 passos para montar sua Loja Virtual.

Dê ênfase as vantagens dos seus produtos

Outro fator de uma descrição matadora é que ela descreve as vantagens do uso dos produtos. Não estou dizendo que na descrição você deve “cantar vantagem”, até porque isso não é relevante, isso pode ser relevante dentro de uma estrutura.

O ideal é que a cada utilidade citada no texto, venha acompanhada de uma vantagem, como nos exemplos abaixo, veja:

  • O tênis esportivo X é fabricado com o tecido X que possibilita maior conforto para a prática de atividades física.
  • O barbeador X possui quatro lâminas que aumentam a precisão no barbear para fazer contornos da barba.
  • O desodorante X é livre de parabenos, sendo composto por compostos naturais que não agridem a pele e garante mais conforto e proteção no dia a dia.

Conseguiu entender? Todos os exemplos acima poderiam ser bem mais simples, sem tantos detalhes, mas como você pode ver, a descrição associou a utilidade ou uma informação relevante a uma vantagem trazida por ela, isso pode ser decisivo para influenciar o cliente a fechar uma compra.

Torne suas descrições o mais fácil possível de serem lidas

As descrições geralmente são textos pequenos, em alguns casos não passam de um parágrafo. Então, por que as colocar em texto corrido? Uma descrição de cinco linhas corridas pode dificultar o entendimento do potencial cliente.

O ideal é que você utilize algumas boas práticas do marketing de conteúdo na hora de criar descrições para seus produtos no e-commerce.

Confira abaixo o que pode tornar a sua descrição mais fácil de ser lida e entendida pelos clientes:

  • Listas numeradas
  • Informações mais importantes em negrito
  • Frases curtas
  • Parágrafos de 2 ou 3 linhas

Estas são apenas algumas das boas práticas que devem ser aplicadas a uma boa descrição. A ideia é aqui é tornar a descrição escaneável.

O cliente deve conseguir encontrar o que quer saber, assim que ele bate o olho. Com listas, parágrafos e frases curtas, e informações mais importantes em negrito, com certeza, será muito mais fácil.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Loja Virtual.

Gostou de nosso post? Compartilhe: