2 Dicas para acertar nos CTAs e Aumentar a Conversão de Leads

30/11/2018 às 09:31 Marketing

2 Dicas para acertar nos CTAs e Aumentar a Conversão de Leads

O CTA (Call-to-action) são essenciais para fazer sua empresa vender mais.

O que é CTA?

Em português, o CTA significa chamada para ação e utilizá-lo da maneira correta é importantíssimo para criar uma estratégia de conversão otimizada, que possa ser atrativa para os usuários que acessem as páginas de sua empresa.

Dentro de uma estratégia de marketing de conteúdo, usar o CTA é essencial para que você consiga levar os usuários a cumprirem certas ações, independente da etapa do funil que eles se encontrem.

É preciso entender sua persona para conseguir promover o seu negócio através dos CTAs, convertendo com eficiência a baixo custo.

Além do auxílio para aumentar a conversão das suas campanhas de e-mail marketing, o CTA também serve como meio para estimular o engajamento com seus clientes, fortalecendo um relacionamento de confiança com os consumidores, aumentando a sua reputação online.

Em uma gama de possibilidades de marketing, o uso do CTA pode ser a “cereja no bolo” que podem fazer com que as pessoas atraídas pelo seu conteúdo, possam baixar o seu ebook sobre o assunto X, por exemplo.

O CTA é o principal ponto de conversão em sua estratégia de marketing, é a chamada para ação que pode gerar leads mais qualificados para sua equipe de vendas.

O uso correto do CTA em sua estratégia de marketing é essencial para melhorar os resultados da sua empresa.

Como criar CTAs estratégicos para aumentar a conversão?

Como dissemos acima, não basta apenas utilizar o CTA, mas sim utilizá-lo corretamente.

Não importa quantos CTAs você colocar nos textos e nas landing pages do seu site, independente da quantidade, o que mais ajuda na conversão é a colocação estratégias dessas chamadas dentro do seu conteúdo.

Usar CTAs em demasia, por exemplo, colocando dois ou três CTAs no mesmo texto não é garantia de conversão.

Pelo contrário, quanto mais CTAs seu conteúdo tiver, mais confuso ficará o leitor e dificilmente ele cumprirá uma das ações que você determina nas chamadas.

E como definir um CTA estratégico? Bom, uma boa chamada para ação requer que se cumpra alguns pontos que a coloquem explicitamente dentro do seu objetivo na landing page ou no conteúdo e de acordo com o seu planejamento de marketing.

O que isso significa? Colocar as chamadas certas no conteúdo certo é muito importante para ter um impacto positivo no usuário e garantir mais conversões.

Além disso, é preciso também fazer testes para achar o melhor lugar dentro de uma página web para colocar o CTA em destaque com clareza e objetividade.

Um CTA estratégico se caracteriza por ter relação direta com o assunto da campanha em questão, ele está posicionado num ponto estratégico da página, tem um formato recomendado, de acordo com a persona e a etapa do funil em que ela se encontra.

Num exemplo prático, vamos supor que você está com uma campanha para atrair potenciais clientes de marketing e para isso está oferecendo aos usuários um ebook sobre as melhores ferramentas de automação de marketing.

Neste caso, sua CTA poderia ser: Quer saber tudo sobre automação de marketing? Baixe já o nosso ebook!

Confira também: O que esperar dos resultados do E-mail Marketing.

Seguindo o exemplo, digamos que você já realizou testes em campanhas anteriores e percebeu que o rodapé da página é o local ideal para o CTA, então o ponha nessa parte da página.

Confira nossas dicas para acertar nos CTAs e converter mais leads:

1- Escolha o objetivo do CTA

Não adianta apenas colocar um CTA no texto, como já dissemos acima, para o CTA ser um bom ponto de conversão, ele precisa ser claro e voltado para a sua persona, ou seja, para conseguir ter um bom CTA é preciso definir que você quer dele: ter um objetivo.

Isso pode influir diretamente na taxa de conversão de uma landing page, por exemplo.

Para construir uma boa base de e-mails e montar excelentes estratégias de e-mail marketing futuramente, será preciso ter um objetivo claro e coerente para ser promovido.

Dessa maneira, os próprios leads gerados por cada CTA terão alcançado o público certo.

Por exemplo, se você está oferecendo um ebook que lista várias ferramentas de automação de marketing, você deve criar um CTA que estimule os interessados a baixar o material.

Seguindo o exemplo, se você conseguir uma boa taxa de conversão com a campanha, você pode criar uma boa base de e-mails de potenciais clientes interessados em ferramentas de automação, o que pode lhe ajudar se a sua empresa vender essas soluções.

Independente do objetivo, um bom CTA deve estar de acordo com o restante do conteúdo, isso gera relevância e otimiza todo o fluxo de nutrição de leads.

2 - Escolha o momento certo para usar um CTA

Com a definição de um objetivo para o CTA, fica bem mais claro onde você pode usa-lo com mais assertividade.

Isso indica que você não deve apostar na quantidade de CTAs, ou seja, não colocando-os em todos os textos sobre um assunto X, mas nos locais certos para otimizar a conversão.

Existem diversas maneiras de explorar o CTA, alguns deles são: no cabeçalho ou no rodapé de páginas, nas barras laterais de uma página, no meio do texto, dentro de pop-ups, etc.

Dentro desses formatos, você deve colocar o CTA certo no local certo.

Num exemplo prático, digamos que você crie um texto com dicas de marketing para academias e você tenha um ebook que aprofunde o tema.

Você pode colocar o CTA no formato que deve ser definido após testes A/B para oferecer o material para os usuários.

Provavelmente, a conversão desse CTA será bem positiva, já que ele estará no local certo, num texto sobre o mesmo assunto, que é visitado em sua maioria por usuários que queiram entender mais de marketing para academias.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: