Saiba por que a POO é essencial para o crescimento da sua carreira

16/04/2018 às 09:20 Ajuda

Saiba por que a POO é essencial para o crescimento da sua carreira

Muita gente que está iniciando no mundo do desenvolvimento de softwares se pergunta porque precisa saber sobre a Programação Orientada a Objetos (POO).

Não que isso seja uma regra fixa e imutável, mas na maioria das vezes é o segredo de um desenvolvedor de sucesso. A programação orientada a objetos, popularmente conhecida como POO, é crucial para o desenvolvedor saber tudo que for possível sobre ela, se quiser ter êxito na profissão.

Leia todo esse artigo e saiba porque a POO é crucial para sua carreira.

Programação Orientada a Objetos (POO)

Após o aprendizado da Programação Imperativa adquirido através de aulas de introdução à programação, fundamentos de programação e algoritmos, o desenvolvedor novato percebe que muitas das ferramentas e linguagens atuais como Java, Ruby, Python, entre outras, são linguagens que utilizam, além do paradigma de programação imperativa.

Entre em cena a Programação Orientada a Objetos (POO). A princípio, pode até parecer um bombardeio de informações que deverão ser aprendidas. Mas na verdade é o que vai permitir o profissional subir de nível na área da programação.

Se ele dominar a POO, o desenvolvedor poderá resolver os mesmos problemas utilizando, não somente o passo-a-passo tradicional, mas também uma modelagem do problema de uma forma mais real.

Entenda melhor

Para você entender melhor a POO, veja o seguinte exemplo para se trocar uma lâmpada: A primeira coisa a fazer é pensar em todas as coisas envolvidas quando o assunto é trocar uma lâmpada: Pessoa, Lâmpada, Escada, Bocal da Lâmpada, Interruptor.

Definido isso, você já pode combinar suas características e ações. Por exemplo: “uma Pessoa pega uma Lâmpada boa”.

Apenas esse fato de dizer que a “Pessoa” “pega” “Lâmpada” “boa” já diz muita coisa, pois tudo isso pode ser modelado usando o paradigma de Orientação a Objetos. Em outras palavras, tudo não passa de modelar Objetos que possuem ações e características.

Em nosso caso, “Pessoa” seria uma classe/objeto, “pega” seria a ação da “Pessoa”, “Lâmpada” seria uma outra classe/objeto e “boa” seria o estado/característica/atributo da “Lâmpada”.

Por que é tão importante?

Essa pergunta pode ser respondida em duas etapas: linguagens de programação e valorização no mercado profissional. 

Linguagens de Programação

Se você acessar o site da TIOBE, que é um dos rankings de linguagens de programação mais conceituados e confiáveis do mundo, poderá conferir as linguagens que ocupam as primeiras posições do ranking.

Se você acessar o Wikipédia para procurar as características sobre essa linguagem (POO), poderá ver o quanto ela é importante. O mercado de programação é dominado pelo paradigma orientado a objetos.

Em outras palavras, é raro você trabalhar com uma linguagem de programação atual que não suporte POO. Em suma, dominar POO não é um capricho, mas uma exigência do mercado.

Valorização profissional

Você pode até tentar desconstruir a abordagem anterior com o argumento de que sabe programar em linguagem orientada a objetos mas não domina os fundamentos de POO.

Claro que isso é possível, mas provavelmente você não estará utilizando o melhor que aquela linguagem de programação tem a oferecer para ajudar no seu trabalho. Conheça nosso serviço de Servidor Dedicado

Em suma, existem dois tipos de desenvolvedores: aqueles que fazem e aqueles que fazem e sabem o que estão fazendo (teoria + prática).

O primeiro é aquele que provavelmente aprendeu a programar totalmente na prática, sem uma base teórica de qualidade, o que não está errado, mas também não estará em suas plenas capacidades profissionais.

Já o segundo, além de programar, consegue abstrair os requisitos do mundo real para o software, utilizando os conceitos de Orientação a Objetos no desenvolvimento do produto. A consequência disso é a utilização das melhores práticas, um software mais duradouro em termos de manutenção e uma qualidade final de software superior.

Aliar teoria e prática

Em sua opinião, qual desenvolvedor será mais valorizado e possuirá mais chances de ter uma carreira de sucesso? Aquele que sabe programar sem teoria ou aquele que sabe programar e também entende os paradigmas de programação? Obviamente, o segundo.

Se a programação orientada a objetos (POO) for uma novidade pra você, não perca mais tempo e se familiarize ao máximo com ela, entendendo como todo o processo funciona.

O conceito de POO é muito amplo e explicar de forma clara, pode levar muito tempo e deve ser feito por etapas, sempre através de exemplos para ficar mais fácil todo o entendimento.

Por outro lado, fica claro também que conhecer esse paradigma faz parte da evolução natural do desenvolvedor e fazer carreira nessa área depende também de ter ou não o domínio desse tipo de conhecimento.

Conclusão

Mesmo com tantos percalços que a toda área oferece, esse paradigma, depois de aprendido, pode ser aplicado a qualquer linguagem de programação que o suporte.

O que isso significa? Basicamente que você precisa aprender uma única vez e após de ter aprendido POO usando Java, por exemplo, você perceberá que o mesmo funcionamento ocorre nas linguagens Ruby, Phyton e diversas outras linguagens de programação.

Vale ressaltar que teoria e prática sempre andaram de mãos dadas e uma não sobrevive sem a outra. Quando existe uma sintonia entre elas, as chances de um desenvolvedor ter sucesso na carreira são enormes.

Ainda tem dúvidas? Sem problemas. Em nosso blog você pode ler mais sobre esse e outros assuntos. Não medimos esforços para prestar um atendimento de qualidade e para nós o cliente sempre vem em primeiro lugar. Entre e navegue à vontade!

Gostou de nosso post? Compartilhe: