Saiba como captar clientes nos grupos do LinkedIn

27/06/2018 às 20:06 Redes Sociais

Saiba como captar clientes nos grupos do LinkedIn

Como muitos já sabem, o LinkedIn é uma rede social voltada para contatos profissionais, ou seja, ela é ideal para networking. Porém, os poderes dessa ferramenta vão bem além disso. A plataforma também é gera excelentes oportunidades de negócios, através da interação entre empresas e pessoas comuns.

A maior diferença do LinkedIn em relação a outras redes sociais conhecidas como o Facebook e o Twitter, por exemplo, é que o serviço estimula a comunicação e a conexão entre profissionais dos mais variados ramos de atuação e com diversos tipos de interesse na plataforma.

Esse ponto gera uma grande quebra de obstáculos, principalmente para quem está começando um negócio ou ainda está em seu primeiro estágio.

Através da rede, é possível que estes profissionais possam entrar em contato direto com CEOs de empresas multinacionais e consigam compartilhar opiniões, ganhar indicações de trabalho e ampliar os horizontes de suas carreiras.

Uma das formas mais comuns de conseguir gerar mais leads através do LinkedIn é usar os grupos de interesse para conseguir se destacar e formar uma boa reputação mantendo uma interação constante e centrada na geração de negócios.

Se você ainda não se deu conta dessa possibilidade, acho que você deve ler esse texto até o final para entender melhor como você pode captar mais clientes através dos grupos do LinkedIn.

Nesse texto, vamos mostrar os motivos e as formas de utilizar os grupos para identificar, e principalmente, oportunidades de negócios.

A primeira pergunta que os empreendedores fazem é: Devo participar de quais grupos?

O primeiro passo é fazer uma pesquisa bem aprofundada na plataforma para saber quais são os interesses de seus potenciais clientes. Assim, você irá definir com mais assertividade os grupos que irá participar para tentar criar oportunidades de negócio.

Além de saber quais são os grupos que os seus clientes em potencial estão, é preciso avaliar qual é a capacidade real que ele tem para gerar leads. E como devo avaliar um grupo?

Bom, você deve verificar qual é a frequência de postagens, o número de membros ativos e tudo que seja importante para medir o nível de engajamento como comentários, citações, etc.

Essa avaliação também é bastante importante, já que existem muitos grupos na plataforma onde seus administradores focam apenas na autopromoção, utilizando a ferramenta somente para divulgar links de seus negócios, sem abrir espaço para uma interação mais ampla.

Para quem não sabe, o LinkedIn permite que o usuário participe de no máximo 50 grupos, porém esse é um número bem grande, e vamos ser práticos, não é possível trabalhar com a mesma intensidade com uma grande quantidade de grupos.

É por isso que você deve escolher e fechar uma lista seleta de grupos que sejam altamente engajados e foquem em um bom conteúdo para participar. Para que você mantenha o foco na captação de clientes, o ideal é que você participe de até cinco grupos.

Isso já deve ser suficiente para trabalhar e conseguir uma taxa de conversão melhor para o seu negócio.

A ideia de participar de poucos grupos no LinkedIn tem como objetivo aumentar as possibilidades de se manter uma participação massiva em cada um deles. O recomendado é que você tenha uma boa frequência de visitas em cada grupo e busque se um participante ativo, se tornando um de seus principais influenciadores.

Isso contará bastante na hora de fechar oportunidades de negócios.

Conheça o nosso serviço de Hospedagem de Site.

Como devo agir em grupos do LinkedIn para gerar mais negócios?

Depois de seguir a nossa primeira dica, você já está participando de grupos que sejam engajados com a sua área de atuação e ofereçam um conteúdo de qualidade para seu público. Agora, você deve focar em se tornar um dos influenciadores do grupo, como dissemos acima.

E como faço isso? Para conseguir mais visibilidade na plataforma, é preciso ser um participante ativo. O que isso significa? Contribua, pelo menos nos principais tópicos do grupo, essa é uma excelente maneira de estar sempre em destaque.

Busque se inteirar de como o grupo funciona, ou seja, avalie e identifique o formato de interação dos usuários para montar uma estratégia de interação eficaz para ganhar notoriedade rapidamente.

Essa é a hora de focar na participação em discussões, comentando, fazendo perguntas e estimulando a participação e o debate entre todos os outros participantes.

Após começar a se participar ativamente do grupo, procure buscar por momentos em que você possa inserir links do blog de sua empresa, por exemplo, de maneira natural. Você não deve compartilhar um texto solto, mas inseri-lo dentro de uma discussão.

Se você tem um conteúdo sobre o assunto que está sendo debatido e sabe que ele pode ajudar a alimentar e elucidar alguns pontos da discussão, compartilhe-o com os outros participantes.

Oferecer um conteúdo qualificado é muito importante para se tornar um influenciador.

Influencie e não venda!

Como já dissemos acima, existem diversos grupos que focam em autopromoção e essa estratégia não é tão eficaz para a captação de clientes quanto parece. Por isso, não seja um representante de vendas do seu negócio, mas foque em influenciar a interação e a opinião dos demais participantes.

Nunca publique links ou mesmo faça comentários aleatórios, isso será caracterizado como spam na plataforma e jogará sua reputação lá embaixo. Lembre-se que você está tentando gerar oportunidades de negócios e por isso deve se mostrar e agir como um especialista.

Esteja realmente disposto a contribuir nas discussões do grupo, sempre busque comentar e abrir novos debates oferecendo exemplos práticos, indicando conteúdos de qualidade e compartilhando sua experiência profissional.

Assim que os outros participantes perceberem que você está no grupo para somar, eles ficarão mais suscetíveis a comprarem de sua empresa e é nessa hora que as oportunidades de negócios começaram a aparecer.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.

Gostou de nosso post? Compartilhe: