Redirecionamento do URL: como fazer de maneira correta

06/02/2019 às 13:36 SEO

Redirecionamento do URL: como fazer de maneira correta

O redirecionamento de URL é um meio que faz com que o navegador seja automaticamente levado a outro endereço diferente daquele que o usuário acessou em busca de sua marca.

Isso acontece em períodos de transição, por exemplo, para sites com bom tráfego e acesso e eficácia em seus mecanismos de busca, pois, nesse caso, o tráfego é redirecionado para o endereço antigo, embora o cliente já caia na URL nova.

Com o passar do tempo, as ferramentas de busca são atualizadas e esse novo domínio receberá seu próprio resultado de busca, adaptando-se normalmente.

A prática do redirecionamento ainda faz com que diferentes URLs sejam voltadas para um só site, encurtando um endereço muito complexo.

Saiba mais sobre o mundo do SEO. Baixe já o nosso e-book!

O redirecionamento de URL é feito de diferentes maneiras, isso depende do código no qual o site original foi programado, ditando o jeito como que esse código será editado. Conheça alguns desses métodos:

1 – Codificação do redirecionamento:

Descubra se seu site está hospedado em um servidor Apache para utilização desse método “.htaccess”.

Esse arquivo é utilizado pelos servidores web a fim de verificar informações de como sanar erros, problemas de segurança e solicitações de redirecionamento do site.

É preciso verificar o diretório raiz e baixar esse arquivo para edição. Se ele não existir, precisa ser criado no formato de qualquer editor de textos, seu nome salvo deve ser iniciado com o ponto (.) e ele não possui extensão, aplicando nele os procedimentos de edição necessários.

Digite o seguinte código no arquivo de texto:

.redirect301/old/URLantiga.com http:///www.URLnova.com

De modo que, a nomenclatura antiga se refere ao endereço ao qual os usuários chegam e a nova para qual eles devem ser redirecionados.

O espaço entre as duas extensões é necessário e eles devem ser descritos exatamente como outrora mencionados. Vale lembrar que o código “301” é muito usado em sites redirecionados.

A URL de destino deve ser definida e nomear a segunda parte da extensão. Esse novo arquivo é salvo e deve-se alterar o menu suspenso “todos os arquivos” e substituir salvando como “.htaccess” sem a extensão.

Não se esqueça de criar um backup após o procedimento, renomeando e substituindo as pastas equivalentes, tendo sua cópia de segurança para que você encontre e reconheça o arquivo caso necessite de restaurar o código anterior.

Envie o arquivo modificado para o diretório raiz do outro domínio, de modo que o URL antigo possa lê-lo e executar o redirecionamento devidamente.

Essa atividade deve ser testada: teste o redirecionamento para ver se tudo deu certo. Abra uma nova janela de navegação, digite o endereço antigo.

2 – Use um serviço de redirecionamento:

Os planos básico de Hospedagem de Site são ideais para quem está começando na internet, os planos custam a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano). Confira agora!

Averigue quais mecanismos seu hospedeiro web contém para esse tipo de tarefa, caso você não se sinta seguro o suficiente para a codificação do redirecionamento.

Geralmente, as empresas de hospedagens de site têm suporte e serviços para atendê-lo. Analise o que seu plano cobre e saiba quais são as opções disponíveis junto à empresa.

A escolha do serviço de terceiros, que não seu hospedeiro é uma boa solução. Há muitos serviços que incluem a opção de configuração para redirecionamento que podem atender à sua necessidade atual.

O importante é que o passo a passo da empresa escolhida seja devidamente seguido e, embora eles executem as tarefas mais árduas, há coisas que ainda precisam ser feitas por você, como é o caso da necessidade de atualização dos registros do DNS, o qual poderá executar acessando e editando diretamente esses registros em sua conta nesse hospedeiro, a orientação é passo a passo e fáceis de serem entendidas.

3 – Use um comando meta:

Acesse o código da página que deseja que seja redirecionada, isso requer que os arquivos associados à URL a ser direcionado sejam baixados, pois, é uma maneira de alteração do código direto na página.

Use um editor de textos para abrir o código da página e editá-lo. Faça as alterações devidas, usando o procedimento parecido com seu redirecionamento habitual.

Salve o novo arquivo e o envie para o antigo domínio, faça o teste e sempre um backup.

4 – Teste outras linguagens de programação:

Primeiro descubra qual é a linguagem em que seu site foi programado, pois, para cada uma delas, há um código de redirecionamento específico.

A empresa que hospeda o site pode te dar essa informação, caso você não saiba.

Com essa informação, pesquise qual código é mais adequado para o seu caso, encontrando por exemplo os casos de redirecionamento online.

Quando encontrado, faça um teste e recorra sempre ao backup.

Gostou de nosso post? Compartilhe: