HTML5, CSS3 e jQuery: diferenciais para o web designer

02/08/2018 às 10:03 Ajuda

HTML5, CSS3 e jQuery: diferenciais para o web designer

Quem quer se tornar ou está começando a carreira como web designer, com certeza, está buscando novas maneiras para conseguir ganhar destaque no mercado.

E ao contrário do que muitos imaginam, ser um profissional da área não é apenas cuidar da parte visual de projetos, vai muito além disso.

Existem algumas habilidades que um web designer deve adquirir e seguir sempre se aprimorando para que se torne um profissional relevante no mercado.

Entre elas, está a necessidade de lidar com novas linguagens de programação que podem ajudar bastante na hora de criar um novo site ou blog, como por exemplo, aprender HTML5, CSS3 e jQuery.

Pode parecer brincadeira, mas além de seguir as tendências do mercado, também é preciso dar uma atenção a linguagens que já estão no mercado a mais tempo e podem ajudar e muito na hora de desenvolver um projeto.

Além disso, ganhar mais conhecimento em sua profissão é sempre bom para que você mostre a seus potenciais clientes que realmente é um especialista no assunto.

E hoje em dia no ramo de web design, apenas aprender a usar serviços de edição visual e conhecer os fundamentos do design não é mais o suficiente para conseguir se manter nesse mercado.

Confira abaixo, o que o aprendizado de HTML5, CSS3 e jQuery podem agregar aos seus serviços e quais diferenciais eles trazem:

HTML5 - Hyper Text Markup Language

O HTML5 é a versão mais recente da linguagem HTML, uma das mais antigas no mundo da programação.

Apesar de ser uma linguagem de marcação, usada para estruturar e organizar layouts, essa linguagem pode lhe ajudar a fazer muito mais do que isso.

Isso por que o HTML5 surgiu justamente para atender as novas demandas da web, tendo bastante amplitude para servir de suporte para meios mais atuais da mídia como aplicativos móveis, sites dinâmicos, lojas virtuais e outras plataformas.

Com isso, a linguagem se tornou uma das principais ferramentas na hora criação de sites, principalmente por conseguir adaptar um projeto voltado para a web, para a exibição em dispositivos móveis.

O HTML5 é uma linguagem multiplataforma e seus recursos são essenciais para criar projetos mais dinâmicos e interativos.

Depois do lançamento do HTML5, os web designers podem reproduzir vídeos e áudios através da ferramenta, o que era impossível antes.

Em versões anteriores, para colocar vídeos e áudios num site era preciso recorrer a outros programas.

O armazenamento em cache offline também é uma grande vantagem para quem trabalha com a linguagem, já que esse recurso faz com que visitantes não precisem carregar certos elementos de uma página web, quando acessam ela mais de uma vez.

Quer registrar um domínio? Saiba como.

CSS3 - Cascading Style Sheets

O CSS3 é uma linguagem de estilo, usada para definir a aparência de páginas web e aplicativos móveis.

Em resumo, ela dá vidas e cores ao layout estruturado por uma linguagem de marcação como HTML5.

É com o CSS3 que é possível refinar o visual de um site, blog ou aplicativo.

A linguagem é o último padrão do CSS e consegue trazer uniformidade a um layout, fazendo com que ele seja lido e interpretado da mesma maneira por diferentes navegadores e sistemas operacionais.

Essa ferramenta é extremamente poderosa e pode facilitar bastante o seu trabalho como web designer.

Mesmo sendo uma atualização do CSS, a linguagem é compatível com todas as demais versões anteriores, ou seja, é possível mesclar as linguagens.

O CSS3 é uma nova versão mais robusta do CSS que tornam a criação de um projeto mais simples e fácil, podendo ser independente do JavaScript para a criação de efeitos e outros tipos de transformações em páginas web.

jQuery

O jQuery é uma biblioteca JavaScript que contém diversas funções da linguagem.

A ferramenta é muito utilizada por desenvolvedores front-end e por isso tem relação com o web design, já que auxilia bastante na criação da parte visual de um layout para web.

Quem trabalha como web designer não terá muito dificuldade em utilizar o jQuery, já que a biblioteca possui comandos bastante fáceis, com operações que podem ser executadas com uma única linha de código.

Além disso, a biblioteca é distribuída gratuitamente, o que é ideal para quem quer reduzir os custos sobre a criação de projetos mais complexos.

E claro, por isso também é possível usar itens do jQuery para fins comerciais sem necessidade de licenças.

Um dos principais diferenciais do jQuery é que a comunidade é bastante ativa e por isso o serviço está sempre recebendo novas atualizações, o que faz uma enorme diferença para quem trabalha com web design.

E por conta de ser uma biblioteca, o jQuery pode ser combinado com outras linguagens de programação, o que é o caminho mais viável para a criação de aplicações web.

Vale a pena conhecer HTML5, CSS3 e jQuery?

Como podemos ver acima, uma ferramenta complementa a outra e estas são as versões mais recente para a criação de animações, linguagens de marcação e estilo.

Quem trabalha como web designer pode e deve se aproveitar disto para conseguir mais clientes no mercado.

Os profissionais que sabem usar essas linguagens também terão facilidade na hora de criar projetos complexos, conseguindo executá-los com êxito e mais rapidez.

Com o tempo, você poderá atender uma demanda maior do que trabalha habitualmente.

Além disso, que domina HTML5, CSS3 e jQuery sai na frente na hora de concorrer a um job freelancer ou uma vaga de trabalha na área.

Não perca mais tempo, se ainda não conhece essas ferramentas, busque conhecê-las melhor o quanto antes!

Gostou? Confira mais em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Registro de Domínio.

Gostou de nosso post? Compartilhe: