Domínio indisponível para registro: O que fazer?

01/12/2018 às 13:07 Ajuda

Domínio indisponível para registro: O que fazer?

Ter o domínio desejado indisponível é um dos problemas na hora de migrar o seu comércio para o mundo virtual.

Após ter criado um nome de impacto para o seu negócio, de ter pensado muito sobre ele e ter analisado todas as possibilidades, ter impresso cartões de visita e ter divulgado a sua empresa, o nome escolhido simplesmente não está à disposição na internet.

Fique por dentro do marketing digital, adquira já o nosso e-book!

Esse momento é crucial: deve-se repensar todo o conceito da marca e criar outro nome ou fazer pequenas alterações aleatórias nela?

O que fazer?

1 – Reflita:

O nome escolhido é essencial para sua campanha de SEO? Alterá-lo, afetará sua performance em longo prazo?

Lembre-se que grande parte das fidelizações geradas virá das pesquisas que são feitas sobre seu nome na busca navegacional, por isso, um bom nome é essencial para que a marca seja usada como URL.

Mudá-lo radicalmente pode minguar o sucesso dessas buscas.

2 – Tenho alternativas?

Não.

a) Quero esse nome e pronto. Compre o domínio: para quem não tem um orçamento muito alto, há a possibilidade de comprar novos domínios desde que eles estejam expirados ou inativos, provavelmente pertencentes a usuários que não a estão usando, estando por um preço relativamente baixo.

Fale diretamente como o dono do site. Você pode pesquisa-lo pelo Whois, que é um registro internacional de nomes e informações sobre domínios, como por exemplo, os dados do dono, caso elas sejam públicas.

Caso não, vá logo ao site e pesquise por lá e, no último caso, contrate um agente de domínios, o que não costuma ficar barato.

b) Configure o monitoramento de domínio. Acompanhe se o domínio dos seus sonhos, aquele que você não conseguiu comprar diretamente com o dono, expirou. Com isso, ele poderá ser seu!

Use ferramentas que rastreiam qualquer alteração no registro do nome que não estava disponível. Caso ele expire e o dono não o renove, você pode compra-lo nesse intervalo

Os planos básicos de hospedagem de site são ideais para quem está começando na internet,custam a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano).

3 – Faço Alterações no Nome?

Sim.

a) Faça pequenas alterações no nome: coloque um verbo no nome do domínio, por exemplo.

Você não precisa se preocupar com as TLDs (domínios de topo) e não precisa abrir mão da ideia original, o nome estará no domínio.

Além do mais, elas são de fácil memorização. Por exemplo, sua ideia original era “sorvete”, a ideia ficaria “tomar sorvete”.

b) Estenda sua marca na URL. De maneira natural, acrescente à URL um nome que se associe à marca original, por exemplo “sorvete natural”.

Essa técnica preserva a credibilidade e a familiaridade da marca e deve ser usada de maneira pensada, pois, deve passar uma ideia relevante e que diga sobre o negócio.

Somar o nome da marca a uma ideia que a encorpe é a chave!

c) Leve em consideração uma ccTLD, que nada mais é do que uma extensão da URL. Uma saída confiável e segura. Só é preciso ter cuidado para que ela não caia nos sites de spam e com relação a seu uso em países em que não é permitida.

d) Coloque o nome do seu país junto ao domínio: pode ser a cidade também.

A questão aqui é agregar alguma particularidade à marca, nesse caso, a sua localização, e funciona especialmente se os produtos e serviços oferecidos se restringem àquele lugar o têm algo que é próprio dali, isso deve ficar claro.

e) TDLs alternativas: prefira as extensões “.com”, os usuários confiam mais nelas. Fuja as extensões que se parecem com spams e sempre foque nas estratégias de SEO, pois nenhuma TDL tem esse benefício naturalmente.

f) Use um hack em seu domínio: isso é ser criativo! Hacks de domínio são jeitos diferentes de usar TLDs menos conhecidas, formando uma palavra ou frase.

É preciso atentar-se para sua pronúncia difícil ou incomum, por exemplo, “sorv.nat” e para a desvantagem de SEO, uma vez que os buscadores não levam em consideração as extensões de domínio, fazendo com que só parte dele sirva.

g) Abrevie! É possível você reduzir uma ou mais palavras no seu domínio sem que isso prejudique a identificação de sua marca e sem perde as habilidades de SEO na pesquisa de sua URL.

h) Crie chavões. Eles são frases de efeito prontas que remetem diretamente ao conceito de sua marca.

Geralmente são curtos e fáceis de se memorizar, algo que funciona muito bem para as URLs.

i) Opte pelo hífen: Adorados por uns, detestados por outros, os hifens ainda são controversos.

Seu uso não traz credibilidade à marca, mas resolvem o caso de você não ter seu domínio original disponível sem alterar seu primeiro conceito.

j) Combine duas alternativas: uma ccTLD para hack. Crie uma URL única sem comprometer sua estratégia de SEO e mantendo a originalidade da marca.

A proposta é usar uma ccTLD como parte de um hack de domínio.

Exemplo prático: a rede social “about.me” tanto quer dizer “Sobre mim” como a extensão “.me” se refere à extensão ccTLD “Montenegro”.

Gostou de nosso post? Compartilhe: