Dicas de como se proteger de spam

Dicas de como se proteger de spam

Categoria: Hospedagem de Sites

12/10/2016 às 09:51

Dicas de como se proteger de spam

 

Definitivamente, todo mundo odeia spam. É chato, irritante e acaba com a reputação de qualquer empresa ou pessoa que adere a esse formato de divulgação para atrair internautas e consumidores. Ao invés disso, acaba perdendo potenciais clientes que detestam receber os mesmos links e mensagens sempre, acabando com sua credibilidade.

Perceba que spam é algo ruim tanto para o internauta quanto para a empresa que começa a mandar sempre o mesmo conteúdo. Por isso, é preciso ter bom senso na hora de fazer a divulgação, proporcionando a experiência para o cliente. Agora, quando é o caso contrário, há algumas estratégias para se livrar e proteger do spam de uma vez por todas. É disso que falaremos neste post, acompanhe!

 

O que é spam?

Trata-se de qualquer mensagem não solicitada que recebemos, sempre com conteúdo comercial, com o objetivo do remetente de oferecer e vender algo ao cliente, seja um produto ou um cliente. Não é difícil identificar um spam em meio a tantos e-mails que recebemos atualmente – não é à toa que toda plataforma tem uma caixa específica para mandar todo esse lixo e não incomodar o usuário.

Especialistas estimam que mais de 60% dos e-mails da web são algum tipo de spam, um termo que tem múltiplos significados, entre os mais aceitos: Sending and Posting Advertisement in Mass (Enviar e postar publicidade em Massa), bem sugestivo e que define bem a função deles. Sendo uma alternativa com investimento nulo e que pode gerar bons resultados, muitas empresas ainda se valem desse recurso para aumentar suas vendas e chamar atenção para as mais diversas causas, sem se preocupar com essa corrente que só cresce e gera muita irritação.

É muito constrangedor ter que lidar com mensagens indesejadas dia a dia, por isso, a ISBrasil cada vez mais investe no aperfeiçoamento das ferramentas AntiSpam.

Além disso, há muitas formas de se proteger do spam e melhorar a qualidade da navegação, sem se incomodar com tanto lixo eletrônico presente na internet. Com medidas básicas e práticas, você se livra dessas mensagens chatas e consegue trabalhar e executar outras tarefas tranquilamente.

 

Como se livrar do spam?

- A primeira e mais essencial atitude a tomar para não ter spam na caixa de entrada é nunca se cadastrar em sites na internet, sobretudo em lojas virtuais. Tá, mas eu preciso fazer uma compra, e agora? Nesse caso, é preciso criar uma conta para checar os dados pessoais, claro, mas isso não garante que você receberá e-mails promocionais. Atente-se e desmarque sempre a opção de receber mensagens promocionais, esse campo sempre aparece no fim do cadastro mas, infelizmente, muita gente não liga para isso, depois começa a sofrer com uma enxurrada de anúncios.

É claro que tem grupos que se preocupam com os consumidores e não ficam mandando spam à vontade. Outros têm um plano inteligente de e-mail marketing e enviam apenas mensagens personalizadas e interessantes, com boas propostas. Em todo caso, todos devem oferecer a opção para sair da lista de usuários cadastrados para não receber mais nada. Caso contrário, denuncie sempre como spam para não ser incomodado.

 

- Uma estratégia bacana e que faz muita diferença é ter uma conta de e-mail própria para esses casos: compras e cadastros. Tem muita loja que faz promoções ou propõe vantagens aos clientes mediante cadastro. Pensando no lado comercial, elas também precisam de contatos para divulgar seus produtos, claro, mas muitas vezes não tem bom senso na hora de enviar e-mails.

Em todo caso, é interessante fazer uma conta de e-mail secundária, separando bem uma coisa da outra e acabando com esse incômodo. Além disso, você evita fazer compras desnecessárias naquelas horas de ócio em que começa a checar essas mensagens. É uma boa alternativa!

 

 

- Use uma plataforma inteligente e que tenha bons filtros anti-spam. Como dissemos, o email gratuito é uma opção que tem um sistema interessante e que ajuda bastante. Se você não gosta do e-mail da Google, pode testar outros modelos, há vários deles na internet, com ferramentas funcionais e gratuitas!

 

- Se você não quer ter o trabalho de criar uma conta alternativa, use algum site online com um e-mail temporário, como o SpamBox ou MyTrashMail. Eles ficam disponíveis por pouco tempo, apenas para compras e similares, evitando que o usuário receba tanto lixo eletrônico.

 

- Use ferramentas anti-spam e anti-pishing, com filtros eficientes e que realmente tragam bons resultados.

 

- Nunca abra ou responda e-mails de spam. Nesse ponto, chegamos a algo muito sério que ainda acontece atualmente: pessoas que usam esse recurso para disseminar vírus maliciosos pela rede. Sabe e-mail de banco? Nunca leve a sério. Promoções absurdas, prêmios e mensagens ‘milagrosas’ também devem ser enviadas diretamente à caixa de spam, sem crédito nenhum.

 

- Tenha um antivírus potente instalado em seu computador/smartphone. Caso tenha o azar de ter recebido um e-mail duvidoso, o programa notará e evitará que sua máquina seja prejudicada por vírus. Ah, e mais importante ainda é manter o antivírus sempre atualizado!

 

- Desconfie de propostas e correntes que visam cadastrar seus dados para oferecer qualquer vantagem. Não deixe seus dados disponíveis para qualquer site, só divulgue informações caso seja extremamente necessário, tanto pra um serviço quanto na compra de um produto. Geralmente, essa é uma forma de conseguir aumentar o banco de dados e otimizar a mala direta, com cada vez mais contatos para enviar spam de modo desordenado e repetitivo.

 

Se você tem uma loja virtual ou site, evite enviar spam para os clientes, é uma tática que mais prejudica do que ajuda. Já para nós que somos internautas, vale seguir as dicas para não ter problemas. Tem mais alguma dúvida? Deixe um comentário! Boa sorte!

 

Até mais!

Talvez você goste

Top