Compras de última hora; saiba como aproveitar essa oportunidade

05/03/2019 às 09:28 Marketing

Compras de última hora; saiba como aproveitar essa oportunidade

As compras de última hora são comuns ao procedimento dos brasileiros. Pesquisas apontam que duas em cada dez pessoas entrevistadas gastarão mais do que pretendem nas compras de fim de ano, por exemplo, isso se deve especialmente à espera de promoções e descontos que ajudariam na economia de seus gastos.

Baixe já o nosso e-book e saiba tudo sobre o mundo do marketing digital!

As datas comemorativas costumam ser o período em que as compras de última hora mais acontecem, movimentando os centros de compras, sejam eles físicos, sejam eles virtuais.

Em ambos os casos, a empresa precisa estar preparada com estratégias de venda nessa ocasião com as quais obtenham lucros e atraiam ainda mais clientes. Entre as dicas de como se dar bem com as compras de última hora, destacam-se:

1 – Mantenha seu estoque em dia:

Em favor de superar a concorrência e sair à frente quando seu cliente faz uma compra em cima da hora, é preciso ter um estoque de produtos e serviços em sua capacidade máxima e diversificada, de modo que os clientes receberão a aquisição feita com muita agilidade.

Para tanto, é preciso deixar os produtos mais buscados e que são mais vendidos à mostra na disposição do layout virtual de sua marca, manter seu quantitativo em dia, mas não informar isso no ato da venda, como se ele fosse o último, instigando a compra, e isso tudo com um sistema de gestão altamente informatizado sempre.

O foco aqui é o abastecimento! Averigue seu histórico de vendas nos anos anteriores no mesmo intervalo e concentre-se nos produtos que são mais queridos pelos consumidores todas as vezes, tendo e entregando exatamente o que o cliente quer e precisa.

Os gastos são assim minimizados e os lucros aumentados.

2 – Atenção à logística de sua empresa:

Os consumidores têm a impressão de que compras de última hora se realizadas online não serão entregues em tempo.

Seja por que a loja virtual não será ágil na separação e no envio dos produtos, seja por que a transportadora não dará conta do serviço, o atraso traz sempre insatisfação a seu cliente, levando-o a não se fidelizar a sua marca.

A solução para esse problema são boas parcerias na área de transporte e ter uma equipe capacitada para lidar com uma grande quantidade de demandas em pouco tempo e entrega-las.

3 – Processos otimizados:

A marca deve ser lembrada por atender prontamente a seus consumidores, independentemente se aquela compra é uma aquisição de última hora.

Dessa maneira, as lojas virtuais devem automatizar os seus processos, de modo que não somente os clientes se sintam seguros e satisfeitos em realizar suas compras, mas que a própria marca veja os resultados positivos no investimento em tecnologias.

Ferramentas de pagamento estáveis e seguras, plataformas de comunicação integradas, gestão informatizada de estoque e uma logística inteligente com um sistema de mapeamento e distribuição de mercadorias, softwares para controle financeiro e soluções personalizadas para sua loja virtual fazem parte desses processos otimizados.

4 – O preço é tudo!

A margem de lucro deve ser equilibrada inteligentemente à categoria e ao valor de cada produto.

A dica é que nem sempre aplicar a mesma margem a todos os preços é a melhor opção, uma boa ideia é aplicar um lucro maior nos produtos de menor preço e uma margem menos nos produtos mais caros, ajudando a manter os preços mais interessantes do que os da concorrência.

Há também o uso de ferramentas de precificação dinâmica que monitoram os preços das marcas concorrentes e atualizam seus dados conforme essa dinâmica.

Fazer esse controle de maneira automatizada é mais rápido e prático, não ficando para trás no quesito competitividade.

O Serviço de Email Marketing  custa a partir de R$45,00 mensaiscom 10.000 disparos (cada plano tem sua quantidade de disparos correspondentes). Confira agora!

5 – A imagem vale mais que mil palavras:

Quando um cliente chega a uma loja virtual, ele não está apenas em busca de um produto ou serviço específico, ele acaba sempre dando uma olhadinha nos demais produtos e nas ofertas em destaque, tendendo a consumir mais coisas.

Dessa maneira, estratégias visuais como um layout atrativo, intuitivo, dinâmico e de fácil navegação por parte do usuário ajudam a prender a atenção do possível cliente.

Para isso, fotos de alta qualidade, uma mescla de produtos, vídeos explicativos e depoimentos de clientes satisfeitos somam a um botão de comprar bem evidente, criando um senso de urgência pela compra despertado nos consumidores.

6 – Promoções e descontos:

As compras de última hora são especialmente estimuladas pela espera por promoções e descontos que façam com que os consumidores levem o que querem e economizem ao mesmo tempo, assim, é preciso se destacar nesse quesito: criação de kits de produtos, cupons de descontos, ofertas em caso de indicação de  compras para amigos, leve três e pague dois, parcelas mais generosas, começo do pagamento só daqui a três meses, oferta de brinde, oferta de desconto na próxima compra, mimos personalizados entregues na mercadoria, entre outras estratégias, tudo isso contribui para que o consumidor se sinta atraído pela compra naquela marca.

Além disso, disseminar e tornar destacadas as suas promoções no site da marca são táticas essenciais, criando campanhas de compartilhamento da promoção nas redes sociais e hashtags para sorteios e prêmios relacionados.

7 – O marketing digital é sempre favorável:

Clientes fieis chegam às compras de última hora com o Inbound marketing, pois, já há um desenvolvimento de uma relação entre a marca e seus clientes, ou seja, os leads já são trabalhados antes dessa oferta e valor.

Nesse caso, já é hora de reforçar a comunicação com esse usuário, com e-mails marketing, por exemplo, uma maneira de lidar com os clientes qualificados e, a expansão às redes sociais, que não somente reafirma a fidelidade dos clientes cativos, mas engaja outros mais, devido à geração de visibilidade da marca.

Caso a empresa não tenha investido em Inbound marketing na lida com seus clientes, no momento da compra de última hora, os links patrocinados são a melhor solução para quem quer resultados mais imediatos.

É indicado que os melhores produtos e serviços sejam selecionados e tenham seus anúncios elaborados no topo de vendas dos sites buscadores.

8 – Mobile é o presente e o futuro

Não é sempre que os consumidores têm à sua disposição os computadores desktop, a maioria deles na verdade usam as plataformas móveis para fazer suas pesquisas de preços ou para saber mais informações sobre determinado produto ou serviço de maneira imediatista e pontual, usufruindo de todo conforto e acessibilidade que um celular pode ter, chegando até mesmo a realizar sua compra por essa via.

Se há uma promoção-relâmpago, não há tempo para que ele chegue em casa, a compra tem de ser logo feita!

Para isso, a loja deve investir no formato mobile de site. Para os que já o têm, deve analisar de que maneira ele sempre pode ser otimizado: botões, links, imagens, CTAs, por exemplo, tudo deve ser pensado em favor da melhor experiência de navegação do usuário.

O investimento em aplicativos de vendas e colocação dos produtos da marca em marketplaces virtuais são também boas ideias.

 

Gostou de nosso post? Compartilhe: