Como virar um digital influencer em 2019

18/06/2019 às 19:13 Marketing

Como virar um digital influencer em 2019

O marketing de influência está em alta em 2019. E se o sonho de muitos jovens a um tempo atrás era seguir uma profissão como ator ou comunicador, hoje a maioria deles quer ser um digital influencer.

Um influenciador é um cara capaz de “mover multidões” e por isso é o novo “garoto propaganda” das marcas.

Os primeiros influenciadores da era digital foram os Youtubers e os blogueiros e eles criaram público sem muito investimento e nem pretensão.

Com toda certeza, você já um vidoe do Felipe Neto, do PC Siqueira ou leu um texto do Jacaré Banguela, não é mesmo?

Todos esses caras começaram com pouco e conseguiram reter uma audiência gigante na internet. E isso tudo com pouquíssimo investimento.

Uma câmera digital ou mesmo um celular, um tripé, um microfone e um cenário decorado. E no caso de blogs, apenas acesso à internet, montar um layout bacana e pagar domínio/hospedagem.

Hoje em dia, os influenciadores nem precisam comprar nada. Eles podem fazer vídeos e postar seus textos em suas contas no Facebook, Twitter e Instagram.

O digital influencer é um profissional que forma opinião e o espaço para isso na internet é gigante e barato.

Como os digital influencers conquistaram as empresas?

As marcas sempre usaram pessoas para representá-las e influenciar os consumidores, isso não é novo.

A diferença é que antes da era digital, as empresas apostavam em atores/atrizes, apresentadores, atletas, astros da música, entre outras celebridades que eram sucesso nos meios tradicionais de comunicação (TV, rádio, jornal, etc).

De certa forma, o marketing de influência é bem antigo, as marcas desde o início se apoiarem em estrelas e criaram seus próprios personagens para dialogar com seus públicos.

O início dos influenciadores digitais como são hoje foi no início ainda no final da última década.

Citamos alguns influenciadores acima que ainda nos primórdios da internet no Brasil, atraíam milhões de seguidores em seus vídeos e posts em blogs.

Com as mudanças geradas pela era digital, as marcas começaram a perceber que os Youtubers, Instagrammers, entre outros tipos de influenciadores tinham público fiéis e muitas destas pessoas que os seguiam eram seus compradores em potencial.

As grandes marcas foram as primeiras a perceber que além de ter muitos seguidores na web, os influenciadores formavam opinião.

Os seguidores confiam nos produtos e nas dicas dadas pelos influenciadores e com isso, eles se tornaram os novos garotos (as) propagandas das marcas.

Confira também: O que é e-mail marketing e como criar o seu? 

Como se tornar um influenciador digital?

Como dissemos no início do texto, os primeiros influenciadores digitais não tinham pretensão de se tornarem influenciadores, até porque isso não existia.

Eles apenas eram pessoas que gostavam de compartilhar suas opiniões na internet e falar sobre assuntos que curtiam e dominavam. Simples assim!

Hoje em dia, o intuito dos jovens é um pouco diferente, eles querem virar influenciadores digitais de sucesso e tem isso como objetivo.

Mas então, como conseguir virar um digital influencer? Siga nossas dicas abaixo:

Escolha um nicho e aposte em assuntos que você domina

Como falamos acima, os primeiros influenciadores digitais criaram canais e blogs sobre assuntos que eles gostavam e dominavam.

Mesmo sem saber, eles ditaram o caminho e apostaram em nichos em seus canais de conteúdo.

 Por isso, a primeira dica é escolher um nicho ou alguns assuntos que você goste e domine. Essa é uma excelente forma para guiar a produção de conteúdo em seus canais e atrair seguidores qualificados.

Uma boa dica para saber quais assuntos você domina, além de saber seus gostos pessoais, e perceber quais são os conteúdos que você compartilha ou que você cria que mais prendem a atenção das pessoas que te seguem.

Pergunte a amigos sobre isso, isso pode ser essencial para escolher o seu nicho de influência. Assim, você pode saber ao que as pessoas ligam o seu nome.

Digamos, por exemplo, que você goste de moda alternativa e vá em muitos brechós, etc. As pessoas tendem a ligar o seu nome a esse assunto. Entendeu?

Quanto mais específico for o seu nicho melhor. Pegando o exemplo acima, você pode ser um influenciador (a) de moda, e falar sobre tudo no geral, mas ter como seu principal foco a moda alternativa.

Com tanta gente querendo ser influenciador, quanto mais original e certeiro você for na escolha, maiores são suas chances de sucesso.

Pense nos seus seguidores como clientes

Um influenciador geralmente não vende conteúdo diretamente, mas trabalha com a opinião e recomendações de produtos o tempo todo.

Então, é essencial ver seus seguidores como seus clientes. Isso mostrará para as marcas o pode do seu engajamento e lhe trará mais dinheiro e oportunidades.

Não adianta nada ter 100 mil seguidores, se eles não são influenciados por você. E isso acontece muitas vezes porque vemos os seguidores como seguidores e não como clientes.

É preciso pensar neles como clientes e criar um conteúdo de valor para engajá-los e aumentar a sua base. Assim, será bem mais fácil trabalhar e crescer como influenciador digital.

Invista em branding pessoal

Assim como marcas são ligadas a sentimentos, situações, cores e outros símbolos, você como influenciador também deve ser.

Você é a sua marca, por isso investir em branding pessoal é essencial. Além de qualidade do seu conteúdo, é necessário buscar formas de personalizá-lo.

Dessa maneira, é essencial que você caracterize seu conteúdo não só pela alta qualidade e relevância, mas crie seu próprio estilo.

Seja uma forma de escrever, um bordão para os vídeos ou um grupo de filtros para as fotos, é essencial que a pessoa associe essas características a sua imagem.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de E-mail Marketing.  

Gostou de nosso post? Compartilhe: