5 razões para uma pequena empresa investir em TI

31/01/2019 às 10:07 Ajuda

5 razões para uma pequena empresa investir em TI

Não interessa se sua empresa é de grande alcance ou uma PME em ascensão, há algo que é essencial em todos os negócios, especialmente os virtuais: trata-se do investimento em tecnologia, tanto para a otimização de seus processos, quanto para o atendimento à altura do atual mercado e exploração das novidades em voga.

Embora muitas vezes deixado em segundo plano, a terceirização desse tipo de serviço é recomendada para sua PME.

Ao tratarmos de gestão de TI, lidamos com várias etapas responsáveis pela seleção, instalação e manutenção da tecnologia nos negócios de uma marca, o que abrange produtos tecnológicos que funcionarão como a extensão da maneira habitual de se fazer comércio e de disseminar os produtos e serviços de uma empresa. Softwares, hardwares, aplicativos, redes, dispositivos, entre outros termos.

Estes passarão a compor o vocabulário de sua PME, a partir do momento em que se investe em uma empresa que cuide de seus assuntos tecnológicos.

Mais do que a instalação e o acompanhamento de tecnologia na loja, a TI representa o uso estratégico da tecnologia em favor do suporte e da evolução de um negócio, especialmente, o online.

Desde que exequível, fiável, utilizável e funcional, a TI é necessária às PMEs. Sua gestão envolve habilidades técnicas, negócio visionário e operacional e conhecimento dos produtos, serviços, perfis e necessidades das marcas contratantes.

Afinal de contas, é essa gestão que permite a otimização dos recursos e a performance de seus usuários, com práticas testadas e aprovadas.

As PMEs dependem de uma boa gestão de TI para que se adaptem às mudanças do mercado, pois a capacidade desse sucesso é diretamente proporcional à capacidade de manutenção dos sistemas de TI e a operação o mais eficiente possível.

Esse segmento está em alta apesar da crise econômica iminente. De acordo com pesquisas, são alvo do investimento das empresas e ajudam significativamente no crescimento delas.

Conheça os motivos pelos quais sua PME deve investir em TI:

1 – Redução de despesas:

No caso da contratação do serviço de TI, o custo gerado com recursos materiais e humanos (folhas de pagamento, treinamento, contratação alheia em caso de férias, por exemplo) pela própria empresa já é descartado.

Além do mais, essa alternativa faz com que sempre haja uma equipe atenta às possíveis ações de hackers, panes no sistema e suas consequentes perdas financeiras, impedindo prejuízos muitas vezes irreversíveis.

A TI, todavia, não deve ser pensada como um anexo, um apoio, mas como uma parte estratégica do negócio todo, pois, os benefícios que ela acarreta diminuem sim os custos de toda a operação.

Pois, quando há uma equipe dedica apenas àquela atividade, as soluções tecnológicas podem ser mais bem pensadas.

Automatização e pré-estabelecimento de fluxos, os profissionais tendem a menos erros e evitam os retrabalhos. Tempo economizado e dinheiro também.

Com o passar do tempo, os custos com a gestão de TI vão se tornando menores e mais previsíveis, pois ela é ativa e recorre a todos os artifícios que tem.  

2 – Suporte sem limites e equipe de qualidade:

Geralmente, as empresas terceirizadas de TI oferecem assistência integral a seus contratantes, disponibilizando uma equipe altamente especializada que é capaz de resolver problemas intempestivos e de diferentes ordens.

Os funcionários se atualizam e se capacitam constantemente, aprendendo novas maneiras de melhorar o seu trabalho na área e no contexto específico de sua marca.

Como as tecnologias ajudam a planejar e a executar os projetos da marca, a possibilidade de que a equipe esteja cada vez mais integrada é maior.

Conta-se com uma comunicação rápida e dinâmica, colaboração de todos os envolvidos e acompanhamento mais presente dos interessados de todas as operações que estão sendo executadas.

Além do mais, o aparato tecnológico adequado é capaz de tornar mais fácil as tarefas dos profissionais, já que elas passam a ser padronizadas.

Os planos básicos de hospedagem de site são essenciais para quem está começando na internet, os planos são a partir de R$ 9,90 (pagamento mínimo trimestral para esse plano). Confira já!

3 – Serviço comprovado e os dados como informação de valor:

A qualidade do serviço que é prestado pela TI é medida pelo seu compromisso em fornecer os relatórios sobre o andamento de suas atividades.

Essa medida é importante, pois, é a partir disso, que um diagnóstico pode ser realizado, falhas podem ser detectadas, novas ideias podem ser propostas e as atividades futuras podem ser aperfeiçoadas.

No caso da estruturação e da análise dos dados coletados, é possível coletar os padrões de comportamento dos usuários e dos clientes, parceiros da empresa e da própria concorrência.

São possibilidade de se inovar no negócio, de pensar novas práticas.

4 – Objetivos alinhados aos da marca:

O que a empresa quer, seu perfil e seus princípios podem ser facilmente alinhados aos propósitos da gestão de TI ali aplicada.

De modo que a equipe de TI esteja necessariamente dentro do negócio, com isso ela buscará em suas ações ferramentas e serviços que estejam articuladas aos objetivos estratégicos da marca, em que todos trabalham com o mesmo propósito de crescer colaborativamente.

5 – Informações seguras:

Nenhuma marca quer seus dados roubados, tampouco estar por fora das novidades tecnológicas e assim já sair perdendo na disputa de mercado.

A gestão de TI não somente é essencial para que se proporcione segurança para as operações que são realizadas no entorno da PME, mas também pela responsabilidade pelo monitoramento de solução, da criação de uma política de segurança e pelo suporte aos usuários, por exemplo.

Gostou de nosso post? Compartilhe: