5 dicas para otimizar URLs do seu site e ganhar posições no Google

11/01/2019 às 09:40 SEO

5 dicas para otimizar URLs do seu site e ganhar posições no Google

Mesmo com as mudanças recentes no ranqueamento do Google, as URLs não deixaram de ser importantes e podem ser primordiais para chegar ao topo das SERPs.

Uma URL assertiva pode ajudar o seu conteúdo a ser melhor classificado pelo algoritmo do Google e logicamente a ganhar posições nos resultados de busca.

E para ter uma boa URL é preciso entender de técnicas de SEO e saber como aplicar as boas práticas e aumentar a sua relevância nos motores de busca.

Por isso, hoje viemos trazer diversas dicas para que você possa otimizar as URLs dos seus conteúdos e ganhar posições no Google.

Confira abaixo as nossas dicas:

Use um único domínio e poucos subdomínios

Muitos dizem que a criação de vários subdomínios pode melhorar o ranqueamento, já que eles podem atrair atenção e relevância para uma palavra-chave específica utilizada em sua empresa.

Porém, essa também pode ser uma maneira de tirar o foco de certos conteúdos e diminuir o potencial de tráfego do seu site.

Por isso, utilize apenas um domínio e poucos subdomínios, que sejam relacionados a palavra-chave principal da sua empresa e que possam ser considerados como potencializadores de relevância do seu site no Google.

Coloque a palavra-chave na URL dos seus conteúdos

Uma das boas práticas de SEO é colocar a palavra-chave em locais estratégicos do seu conteúdo. E um destes lugares é a URL. 

Isso ajuda não só no ranqueamento, mas também torna mais simples a identificação de qualquer usuário.

Mesmo se o usuário achar seu site através de um hyperlink, ele irá ver a sua URL quando passar o mouse sobre o hyperlink e isso pode ajuda-lo a decidir se quer ou não entrar na sua página.

Fora isso, os usuários costumam a copiar as URLS para guardarem, adicionarem a ferramentas como o Pocket ou o Trello ou mesmo para enviarem um e-mail com o link para algum amigo, por exemplo. 

Essa é uma excelente maneira de potencializar a atração pelos seus conteúdos.

Não duplique URLs!

Geralmente, isso acontece sem que a gente repare, mas é preciso se atentar.

Com o crescimento dos sites, muitos empreendedores acabam lançando novas URLs, criando um novo conteúdo e nessa onda acabam duplicando sem querer uma URL.

O que é isso? A duplicação acontece quando duas URLs são direcionadas para o mesmo conteúdo.

Por que devo evitar isto? É simples! Assim como acontece com a duplicação de conteúdo, quando o Google acha duas páginas com texto igual, por exemplo, também acontece com URL e o Google pode considerar isto uma espécie de plágio.

Então, se os robôs do Google ao realizarem uma busca para ranqueamento acharem dois links diferentes para o mesmo conteúdo, eles podem achar que um copiou o outro, por mais que ambos sejam parte do mesmo site.

Baixe o Ebook Como anunciar no AdWords.

Dessa forma, eles acabam dando mais valor ao conteúdo mais antigo e fazem com que o novo link perca em relevância.

Qual o impacto ao dublicar URLs?

Em resumo, isso prejudica ambos os conteúdos no ranqueamento. E como solucionar este problema? Bom, você terá que passar um pente fino na sua página para achar os links duplicados e utilizar o redirecionamento 301 para direcionar uma das páginas para a outra.

Assim, o Google identificará apenas um dos links e com isso ele não perde relevância na plataforma.

Confira também: o que é remarketing?

Use URLs curtas e objetivas

As URLs mais curtas e objetivas são mais relevantes. Esse é o motivo para surgirem tantas ferramentas de encurtadores de link. Essa é uma maneira de reduzir URLs muito longas que acabam não sendo visto por completo na barra de endereço dos navegadores.

Por isso, para não ser preciso utilizar essas ferramentas, você pode já criar URLs curtas dos seus próprios conteúdos com o domínio do seu site. O ideal é que a URL tenha em média entre 50 e 60 caracteres para serem visualizadas sem dificuldades nos motores de busca.

Além da visualização, as URLs mais curtas e objetivas são mais atrativas, mais fáceis de serem copiadas e coladas em outras abas do navegador, mais fácies de serem colocadas em outros sites e compartilhadas nas redes sociais.

Com isso, é possível aliar uma boa prática de SEO para URL com outras ações de marketing em redes sociais, estratégia de link bulding, etc.

Não misture letras maiúsculas com minúsculas e nem use caracteres especiais

Misturar letras maiúsculas com minúsculas não é uma boa pedida se tratando de URL. Isso por que dependendo do servidor em que seu site esteja hospedado e que o usuário acessa o seu site é possível que eles não reconheçam e com isso seu conteúdo não é encontrado.

Da mesma forma, utilizar caracteres especiais também não é algo aconselhável para o seu site. Símbolos como o “@” vão dificultar a leitura e a identificação do conteúdo por parte dos usuários.

Além disso, é possível que alguns navegadores não consigam apresenta-los para os que acessam o link, o que também é bem prejudicial.

A dica é usar apenas letras minúsculas e separadas por hífen (-), isso irá deixar sua URL coma leitura fácil para os robôs do Google, para os servidores e claro para os usuários.

Conclusão

Como vimos, a URL é um ponto importantíssimo numa estratégia assertiva de SEO.

Por isso, é preciso pôr em ação as dicas que demos acima, para corrigir possíveis erros e tornar seus links em potencializadores de ranqueamento para o seu site.

Gostou? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça o nosso serviço de Google AdWords.

Gostou de nosso post? Compartilhe: